O primeiro passo

Uni meus dois pés na beira do abismo. Em um instante de súbita coragem, deixei meus pés tocarem o nada, o vazio, e caí.

Enquanto caia, não eram as sensações do vento lambendo meu rosto ou bagunçando meu cabelo, ou então a visão do enorme rio que mostrava toda a sua magnitude ante os meus olhos que mexeram comigo.

O que mexeu comigo foi que, enquanto caía, senti o calor dos braços de minha mãe me envolvendo e sua voz cantando cantigas de ninar. Lembrei-me de meu pai, trabalhando na terra enquanto eu o observava de cima da jabuticabeira, a degustar as frutas daquela que me servia de banco. Lembrei-me das travessuras que foram minha maior ocupação na infância. Lembrei-me do coração batendo forte e a adrenalina correndo por minhas veias com a primeira paixão.

Foi então que uma força, como que magnética me atraiu de volta ao meu ponto de origem. Aaahh, sim! Era a corda do bungee jumping!

Autora: Larissa Bottega, 3A.

Anúncios

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. publishereduardo
    abr 28, 2011 @ 01:19:02

    Parabéns Larissa, ficou ótimo seu texto 🙂
    chega a lembrar um trecho retirado de livro.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: